Seguidores

quarta-feira, 17 de março de 2010

"Solidão - Poema"


Poeta Cigano.

“Afogas no teu mar de silêncio. Afundas em teu abissal orgulho, pois não consegues trazer à tona a verdade da vida, quando despencas no abismo da miséria da’lma e da escuridão.
Dispensas os cruciais valores da existência, quando vagas às cegas pelo teu mundo irreal de insensatez, morbidez, fragilidade e egoísmo. Teu coração se fecha, tua alma se retrai e bloqueia este tempo de ignorância pessoal só existente dentro de ti.
Abra uma janela, veja o fulgir do sol, o cintilar das estrelas, compartilhe os cânticos felizes dos pássaros e aspire as fragrâncias das flores. Curva-te diante da infinita beleza da vida. Viva.
Se desarme, abrace as pessoas, o mundo, a vida não é só espinhos, como também, felicidade e amor. Seja determinado, se supere e, seja seu próprio herói.
Não firas a si próprio, não sejas a adaga cortante que, rasga os peitos onde moram corações que se dizem mutilados, injustiçados e de aparências agonizantes.
Sobreviva, lute, busque novas estradas, novos caminhos. Respire fundo. Ergas a espada da vitória nesta batalha cruel que fustiga tua’lma. Seja incansável.
Liberte o guerreiro que habita teu interior e decida esta guerra.
Aflores teus reais sentimentos, descortine o véu que o cegas e, se liberte dos grilhões férreos que o aprisiona, despertando para o mundo: Renasça. Veja um mundo real com vicissitudes e defeitos e todos os demais ingredientes, mas o palco ideal para que nós, simples coadjuvantes, possamos exercer o livre arbítrio de saber vivê-lo.”







8 comentários:

Pedaços de uma alma apaixonada BDSM disse...

Olá querido Poeta. Adorável esse texto. Passei pra deixar um beijo.
Estela:>

Maria disse...

Como sempre um texto divinal.
A solidão quando chega é terrível, inunda a nossa alma e nos deixa devastados. E todos temos, em alguma altura da nossa vida, momentos de solidão.
O importante é acreditar que esse sentimento que hoje nos entristece vai passar e que devemos apreciar tudo o que de bom a vida nos vai dando.

"Não acrescente dias à sua vida, mas vida aos seus dias." (Harry Benjamin)

bjs
Maria

Neusa Conti disse...

Saudade..uma palavra tão pequena, mas infinitamente dolorida em nossa vida. No entanto,,,,faz parte de tudo que vivemos ou deixamos de viver..E sentimos saudade, exatamente das coisas que nos foram boas, ou até mesmo de coisas que não vivemos...Linda sua poesia..Parabéns !! Um abraço!!

Maria L. Bózoli disse...

Olá amigaaaaaaaaa
Obrigada pelo carinho de sua visita.
Uma semana de muita paz e poesia.

Beijos meus......M@ria

Brilho da Lua disse...

Belíssimo poema...palavras podem machucar, mas o silêncio...Ah! o silêncio esse pode matar.

Rosy Simplesmente disse...

Amei seu blog.
Sempre que tiver um tempinho,voltarei.

rosa maria disse...

ESTOU MUITO FELIZ POR CONSEQUIR DEIXAR MEU COMENTARIO.
POIS SEM PALAVRAS, VC ESCREVE COM A ALMA , SUAS POESIA ME TRAZ MUITA ALEGRIA , NAO TEM COMO SABER QUAL E AMAIS BELA , SAO TODAS AMAVEIS, VC NAO ACREDITA MAS PASSO AMAIORIA DO MEU TEMPO AQUI , LENDO SEUS POEMAS, POIS MECHE MUITO COM MEU CORAÇAO SOLITARIO E MINHA ALMA CIGANA . UM BJ PARA TU ..... ROSA MARIA

rosa maria disse...

PEDAÇOS DE UMA ALMA APAIXONADA. AMEI ISSO, MARAVILHA , PEDAÇO DE MIM ALMA APAIXONADA , DEIXO UM BJ PARA TU .. ROSA MARIA