Seguidores

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

Amanhecer na Roça...!!!


 Poeta Cigano.

Ah! Como lindo é, ver o dia nascer,
E detrás dos montes o sol despertar,
E a alegria ter, de poder ouvir e ver,
A beleza do galo carijó e seu cantar!

Ver as maritacas dos altos, gritarem,
E de seus coqueirais se assanharem,
No terreiro as galinhas cacarejarem,
E nos campos, flores desabrocharem!

Os passarinhos, nos céus, bailarem,
Mugidos de reses pela brisa chegar,
No pequeno lago, cisnes ensaiarem,
As suas danças para se acasalarem!

Dos montes, as corredeiras descendo,
Com acordes de suas águas entoando,
E com seus êxtases de beleza vivendo,
Pelas verdes campinas, serpenteando!

Esse amanhecer da roça é pura magia,
Sem segredos e mistérios, é todo assim,
Da natureza, é a sua mais bela, poesia,
Inexiste amanhecer mais belo pra mim!!!!!!

POETA CIGANO – 04/11/2013

“Poesias do Poeta Cigano”

9 comentários:

Cidália Ferreira disse...

Boa noite
Amigo!

Que Bonito... Cheira a Primavera por aí... Adorei o poema..

Eu sou mais triste a escrever.
Abraço

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Janice Adja disse...

Tem um grande sabor de saudade.
Lindo!!!!
Beijos!

GARDENIA disse...

Bello poema homenajeando a la naturaleza
Besos

PERSEVERÂNÇA disse...

Não poderia deixar iniciar o mês de novembro sem vir convidá-lo para agendar uma consulta e iniciar com os exames preventivos para o homem.
Estamos iniciando o mês de NOVEMBRO AZUL, é o seu mês e de todos os homens.
Abraço fraternal.Nicinha

Lapislazuli disse...

los cambios estacionales dan nostalgia y la dibujas en tus letras
Abrazo

Helena Medeiros Helena disse...

Ao entrar pela primeira vez num blog vou direto ao início, para saber como tudo começou e o que motivou o proprietário a criar o espaço. Fiquei encantada com a tua apresentação.
Querias tanto!
"Quero só meu olhar. Apenas meu olhar." E ao vir passeando por entre as postagens pude sentir que conseguiste mesmo tudo aquilo, mas acima de tudo o teu olhar... Este que nos apresentas em poemas tão primorosos, tão ricos de sentido, tão sensivelmente elaborados. Impressiona-me a facilidade que tens de transitar pelo mundo da poesia e nos trazer versos tão lindos. O livro que está esperando para nascer junto ao público será, certamente, uma pérola dentro da literatura brasileira. Assim o desejo, e com tua garra e determinação, assim será!
Por ora, deixo-te sorrisos brincando entre estrelas, agradecendo pelos momentos tão agradáveis que aqui passei. Se tiver um tempinho e quiser me visitar, estarei neste cantinho:
http://helena.blogs.sapo.pt/
Com apreço,
Helena

Maria Luisa Adães disse...

O amanhecer é sempre Divino
ou deveria ser!

Mas gostei de seu dizer ao amanhecer
e me deslumbrou
e me trouxe coisas novas
e olho a vida
e vejo uma luz
no fundo de meu caminho!

Foi bom
Muito bom!

Abraço grande,

Maria luísa

Nina Filipe disse...

Há meu querido amigo: que pena eu tenho hoje dos meus tempos de menina , da linda herdade onde nasci e fui criada até ao desoito anos.
Onde passei uns dias maravilhosos e outros bem atribulado e tristes...
Tem coisas que dá gosto lembrar e outras que quem me dera nunca as ter vivido.
Adorei o seu poema, pois só me faz lembra eu correndo vales e montes ser livres como os passarinhos e ber a pura água em todas as fontes.
Tenha uma linda semana cheia de paz com os meus beijinhos de luz e felicidades.

Nyce Pinto. disse...

Querido poeta, você me proporcionou a alegria de lembrar e rever por alguns momentos a infância feliz e simples! Que lindo o que você escreve, emociona e alegra ao mesmo tempo... Um linda e feliz quarta-feira! Abraços...